segunda-feira, dezembro 26, 2005

Bling Bling, Gangsta style

"O homem da era tecnológica arrisca-se a ser vítima dos próprios sucessos da sua inteligência e dos resultados das suas capacidades de acção se se deixar contagiar por uma atrofia espiritual, por um vazio no coração", avisou Bento XVI. "Acorda, homem do terceiro milénio!". "A época moderna é muitas vezes apresentada como um período de despertar do sono da razão, a chegada da humanidade à iluminação ", mas "sem Cristo, a luz da razão não é suficiente para iluminar o homem e o Mundo".


Cristo brilha no peito dos vencedores. For show, dog.

9 comentários:

rjm disse...

Ernesto,
isso foi o teu melhor post dos últimos tempos, homem :).

Nocas disse...

Já percebi porque é que os rappers andam todos com cruzes brilhantes...para serem iluminados por Cristo!!

(Só é triste ver o que ele era e naquilo que as pessoas o transformam...E eu nem sou crente)

Maria Pedro disse...

Tenho uma coisa pra dizer de momento: UFA!!!

Naked Lunch disse...

ernesto de volta, em grande. abraço.

moonj_Rita disse...

Pois eu acho que cada vez que a tecnologia e a ciência avançam, o Homem se torna um pouquinho mais esperto e aprende a ver que nem tudo o que parece é e que não se pode acreditar em qualquer conjunto de homens que "monta" uma instituição e quer gerir a alma humana como bem lhe apraz.

cbs disse...

"La religion est une réaction défensive de la nature contre la représentation, par l'intelligence, de l'inévitabilité de la mort."
(Henri Bergson/ Les Deux Sources de la morale et de la religion, 1932)

Gostei do post e do que disse o Papa.
Sou Cristão, o que é uma escolha;

mas não tem que ser Cristo "a luz da razão" "para iluminar o homem", tem sim de ter um suplemento de alma religioso (não necessáriamente Cristianismo).

Sem uma mistica religiosa, a maioria dos seres humanos soçobra na angústia de viver.

cbs disse...

"On trouve des sociétés qui n'ont ni science, ni art, ni philosophie. Mais il n'y a jamais eu de sociétés sans religion."

Henri Bergson

Ernesto disse...

pois eu sou ateu, meu caro...
logo também eu sou religioso.


mas, como tenho só 24 anos, insisto em encontrar alguma coisa com que realmente me identifique. sei que é uma busca perdida, mas adequa-se à idade, logo não a renego.

funciona como nas relações: sempre à procura de algo melhor.
Quando for velho certamente que me contentarei em ser católico, não tenho a menor dúvida.



P.S.: não é uma provocação, é uma descrição de consciência.

P.S.2: sei que o P.S. anterior é desnecessário, mas pronto. saiu-me.

cbs disse...

Há os que desistem, há os que fingem ou inventam (mas só prós outros verem), e há (raros) os que se encontram, mas a vida inteira é uma busca.