terça-feira, setembro 06, 2005

O génio nunca sai de moda

"O DANTAS É UM SONETO D'ELLE-PRÓPRIO!
O DANTAS EM GÉNIO NUNCA CHEGA A PÓLVORA SECCA E EM TALENTO É PIM-PAM-PUM!
O DANTAS NÚ É HORROROSO!
O DANTAS CHEIRA MAL DA BOCA!
MORRA O DANTAS, MORRA! PIM!
O DANTAS É O ESCARNEO DA CONSCIÊNCIA!
SE O DANTAS É PORTUGUEZ EU QUERO SER HESPANHOL!
O DANTAS É A VERGONHA DA INTELLECTUALIDADE PORTUGUEZA! O DANTAS É A META DA DECADÊNCIA MENTAL!
E AINDA HÁ QUEM NÃO CÓRE QUANDO DIZ ADMIRAR O DANTAS!
E AINDA HÁ QUEM LHE ESTENDA A MÃO!
E QUEM LHE LAVE A ROUPA!
E QUEM TENHA DÓ DO DANTAS!"

por José de Almada-Negreiros
POETA D'ORPHEU, FUTURISTA e TUDO



Para actualizar e personalizar este manifesto(sacrilégio!, mas o texto também é de quem o lê), basta trocar o nome "Dantas" por o de uma pessoa pela qual não nutra os sentimentos mais católicos.

Ou associar a "Dantas" um pacote de qualidades indesejáveis e assim representá-lo como a imagem do "Homem mau" que sempre lhe povoou a cabeça, desde o primeiro juízo de valor que emitiu. Mas este é um exercício vedado a todos aqueles que, ao contrário de nós, não sentem rancor.

O rapaz era futurista, sim senhor. PIM

3 comentários:

guevara disse...

tantos nomes apassar aqui em rodapé!...

amie disse...

eu não me importava de ser espanhiolita, mesmo que o ---- fosse português!:D
acho que dizer que alguém cheira mal da boca é o derradeiro insulto e o pior deles todos!é isso e chamar alguém de burro!
humpf, já não se insulta como antigamente...

guevara disse...

senhor _e:

tem la resposta!